Exercícios para um bom teatro de Fantoches


Exercícios para um bom teatro de Fantoche

Objetivos:
·         Desenvolver a criatividade e a imaginação
·         Facilitar a compreensão de conteúdo (historinha).
·         Desenvolver o dom artístico na criança.

  Descoberta: descobrir as possibilidades dos diversos materiais e das mãos.

  Coordenação: melhorar a coordenação motora fina, essencial para a escrita, respeitando o desenvolvimento físico (crescimento) da criança.

  Livre expressão: explorar seus valores intelectuais e memória; expressar-se com originalidade; ampliar o número de figuras reconhecíveis que é capaz de representar; aprender a ordenar logicamente sua obra, até ser capaz de compor cenas.

  Expressão de Sentimentos: arte serve de alívio a frustrações, ansiedades; contribui para o equilíbrio e a integração afetiva da personalidade; educa o gosto estético.

  Concentração e persistência: a evolução da criança e técnicas mais complexas exigem mais tempo, mais dedicação.

  Descoberta do trabalho: procurando atingir um objetivo (seja retratar alguém, seja descrever uma cena) a criança aprende a trabalhar.

Fantoches de mão - Os fantoches de mão são os mais fáceis de manusear para o manipulador iniciante, pois todos os movimentos resultam da forma como o manipulador movimenta o boneco. Antes de você usar o fantoche, trabalhe primeiramente os movimentos das mãos, dos pulsos e dos dedos. Comece com uma simples pantomima (expressão por meio de gestos). Dominando os movimentos básicos, passe para os mais avançado.

Manipulando Fantoches - Para manipular o fantoche é só abrir e fechar da boca, vamos estudar alguns exemplos para tornar esse movimento mais eficaz.
a - A cabeça do boneco deve ser mantida levemente inclinada para que a platéia possa ver os olhos do boneco.

b - No ato de falar, os movimentos dos dedos e dos pulsos do manipulador devem coincidir com as palavras do diálogo.

c - Sempre que começar um diálogo termine-o com boca fechada.

d - Ao fazer o boneco dialogar movimente o pulso para ambos os lados para dar movimento ao boneco enquanto este fala.


Trabalhando a voz para os fantoches - Colocar uma voz no boneco requer habilidade, siga estas sugestões.
·          Comece usando sua voz normal. Quando estiver seguro experimente usar uma voz diferente.

·         A voz de um fantoche deve combinar com o seu caráter, uma formiga e um elefante não pode ter a mesma voz.

·         Quando houver dois fantoches em cena trabalhe tons contrastantes (tom baixo, alto, grave, agudo).

·          Desenhos animados são ótimas referências para se buscar tipos diferentes de vozes.

·         Leia pequenos textos e trabalhe-os usando a voz.

·         Para se ter mais segurança na voz e na manipulação, decore um texto.

·         Imite vozes de animais e tente adequar a voz do fantoche.



Dicas para uma boa manipulação

·         Os fantoches devem ser mantidos na posição vertical, não incline os fantoches.

·         Cada movimento deve ter um significado, evite movimentos sem razão.

·         Os fantoches devem entrar por um dos lados do palco, ao menos, que seja um efeito especial (subir de elevador, escada rolante).

·          Quando dois fantoches estiverem em cena devem estar com os olhos no mesmo nível.

·         Os bonecos que não estiverem falando, podem concordar ou discordar, sempre participando da cena, nunca parado e sem movimento.

·         Trabalhe reações e emoções com os bonecos. Observe os movimentos de outros bonecos e maneiras de manipulação.

Como todo seguimento, o teatro de fantoche tem um mundo de opções, você descobrirá com o tempo muitas outras maneiras de fazer teatro de bonecos e adquirirá técnicas para seu desenvolvimento profissional.

Preparação Vocal

Ressonância - (aumentar a duração do som), soltando o ar...
Trabalhando as vogais: A, E, I, O, U (aberto e fechado)

Dicção - Para trabalhar textos com falas, ter domínio da dicção é fundamental para trabalhar a personagem. E melhor desenvoltura você terá na sua interpretação. Comece com estes exercícios:
Ba, be, bi, bo, bu
La, le, li, lo, lu
Da, de, di, do, du
Psa, pse, psi, pso, psu
Pra, pre, pri, pro, pru
Vra, vre, vri, vro, vru
Bla, ble, bli, blo, blu
Pssa, pssé, pssi, pssó, pssú.
Cra, cre, cri, cro, cru.
Blá, blé, blí, bló, blú.
Pssacrá, passacré, passacrí, passacró, passacrú.
Rosra, rosre, rosri, rosro, rosru.
Tropracrá, tropracré, tropracrí, tropracró, tropracrú.
Sapatoprá, sapatopré, sapatoprí, sapatopró, sapatoprú
Cadeiraplá, cadeiraplé, cadeiraplí, cadeirapló, cadeiraplú
 
Repita três vezes seguidas estas palavras:
a- TESSALONICENSES

b- PARALELEPÍPEDO

c- OTORRINOLARINGOLOGISTA

d- MISANTROPO

e- ARTAXERXES


Trava-Língua - Exercícios de trava-língua podem parecer brincadeira de criança, mas é um ótimo exercício para melhorar a dicção e a projeção vocal.
Repita cada palavra articulando bem as mesmas, depois repita-as falando rápido por três vezes.
Diga rápido, sem tropeçar na letra e sem errar a palavra:

1-     Maria Mole é Molenga. Se não é Molenga, Não é Maria Mole. É coisa Malemolente, nem mala, nem mola Nem Maria, nem mole.

2-     O desinquivicavacador das caravelarias  Desinquivicavacaria.  As cavidades que deveriam ser Desinquivicavada.

3-     A sábia não sabia Que o sábio sabia Que o sábia sabia.

4-     O doce perguntou pro doce Qual é o doce mais doce Que o doce de batata doce.

Trabalhando o Alfabeto - Para ter uma boa pronúncia!

A = aB = BeC = CeD = DeE = eF = ÉfeG = GeH = AgáI = iJ = JotaK = CáL = Éle M = EmeN = EneO = OP = PeQ = Que R = ErreS = EsseT = TeU = uV = VeW = DabliuX = Xisy = IpsulomZ = Zé